CONTATOS

CONTATOS
Tia Joaninha

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

CONFUSÃO NA ESTANTE


14/03/12

LUGAR DE DESTAQUE



O armário de Larissa estava sempre em guerra, ou melhor, era o palco de muita confusão entre os materiais, porque todos queriam ocupar o lugar de destaque.
O caderno, achava que era o melhor e dizia:

- Sou eu quem recebe as anotações! (falou o caderno orgulhoso), Registro tudo em minhas folhas, sem mim, não há aprendizagem!

- Mas se eu não existisse você não teria utilidade! (interferiu o lápis), Sem mim, não existiria escrita!

- Mas, sem mim, você teria vida curta! (Falou o apontador), Sem ponta, você seria ninguém. Portanto, sou mais importante que os dois!

- Eu sou a fonte da cultura, da sabedoria, do conhecimento... Porque guardo informações importantes, vocês só têm utilidade depois de mim! (atacou o livro), Por isso mereço o lugar de destaque!

- Como corretor, eu mereço esse posto, porque corrijo os erros de todos! (defendeu a borracha), O caderno só serve para receber informações, e sem o lápis se torna inútil, o apontador apenas quando é solicitado... O livro...

- ... e você quando ocorre um erro! (interrompeu o giz de cera), Eu, entretanto, alegro a todos com as minhas cores... Mereço esse destaque por mérito!

- Então o justo seria eu que meço tudo! (falou a régua com arrogância), O tamanho da vida do lápis, da borracha, do caderno... Sem me desgastar...

- Para que medir o que já nasceu sob medida¿

- Descordou o caderno. – Na educação, você é a que tem menos utilidade...

- Calma pessoal! – Interferiu a mochila com firmeza! Eu carrego todos para cima e para baixo e não disputo o lugar de destaque. Todos são importantes, porque cada um tem seu valor, a sua utilidade... Por isso, ninguém é melhor do que ninguém, apenas por ser maior ou terá algo a mais... Eu sou maior, mas não teria nenhuma importância se vocês não existissem...

O discurso da mochila convenceu á todos, que abaixaram a cabeça ao certificarem-se de que cada trabalho, por menor que seja tem a sua importância para a construção de um mundo melhor.

Esta mensagem nos mostra que devemos ser humildes, considerando o outro superior a nós mesmos!

O próprio Jesus nos ensinou isto, quando assumiu a forma de servo.

Pois Ele, substituindo em forma de Deus não julgou com usurpação o ser igual a Deus.

Antes a si mesmo se esvaziou e se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Levando sobre si todo nosso “peso”,nossos pecados.

Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.

Ref :Is.53\FI.2.1_11

 

Nenhum comentário: